Notícias

Colaboradores recebem informações sobre prevenção do câncer de próstata

01/12/2023

O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima que, em 2022, foram 71.730 novos casos de câncer de próstata no Brasil. Em novembro, profissionais de saúde e comunidade em geral focam em divulgar sobre sinais e sintomas e prevenção deste tipo de câncer na campanha Novembro Azul.

As unidades da Bom Futuro e a matriz em Cuiabá realizaram palestras para informar os colaboradores sobre a doença que matou mais de 16 mil homens apenas em 2021. “O Novembro Azul vem para nos alertar que não devemos ter medo, vergonha ou receio de irmos ao médico ao menor sinal ou sintoma. A campanha nos traz esclarecimentos importantes”, afirma Eduardo Fonseca, gerente da regional Nova Mutum.

Um dos fatores de risco para o câncer de próstata é o genético, o que alertou o operador de máquinas Marcelo da Silva França, colaborador da Fazenda San Diego, da regional de Campo Verde. “A palestra foi muito boa porque eu perdi meu pai para esta doença em 2015. Então, me conscientizei que preciso me cuidar e fazer todos os exames”, disse o colaborador.

A apresentação dos sinais e sintomas do câncer foi, provavelmente, o que mais interessou aos colaboradores que participaram dos eventos. Como Gerisnaldo da Silva, pedreiro na fazenda Agromar, na regional Nova Mutum.

“Às vezes a gente até tem um sintoma, mesmo sem estar “na idade” (de fazer os exames preventivos) e não fala nada, nem procura ajuda. Então, o pessoal esclareceu tudo, por exemplo, que o exame de sangue (PSA) às vezes não acusa nada e que é preciso fazer os outros exames regularmente. Ainda temos um certo tabu, mas é preconceito nosso, temos que nos cuidar”, afirmou.

O que aumenta o risco?

  • A idade: a mortalidade aumenta após 60 anos.
  • Pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos.
  • Sobrepeso e obesidade.
  • Tabagismo.

 

Sinais e sintomas:

  • Dificuldade de urinar*
  • Diminuição do jato de urina*
  • Necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite*
  • Sangue na urina*

* Na maior parte das vezes, esses sintomas não são causados por câncer, mas é importante que eles sejam investigados.

  • Na fase avançada, pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.

 

A melhor atitude é a prevenção. Os homens devem fazer os exames preventivos regularmente, que são o toque retal e o exame de sangue para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico).

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site, e personalizar conteúdo de seu interesse, sem a coleta de dados pessoais. Ao clicar em qualquer link nesta página, você estará concordando com tal monitoramento.

Política de Cookies