Notícias

Empresários asiáticos da indústria do algodão conhecem produção mato-grossense

02/08/2023

Os 24 industriais de oito países participam da Missão Compradores, da Abrapa, e estiveram em duas unidades da Bom Futuro

 

A Bom Futuro recebeu nesta segunda (31.07) e terça (01.08) empresários de oito países da Ásia que fazem parte da Missão Compradores 2023, organizada pela Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa) e Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Apex).

 

Em unidades de Sapezal e Campo Verde, os 24 industriais conheceram a produção e o beneficiamento do algodão brasileiro, além de projetos socioambientais da empresa. Na Bom Futuro, são cultivados quase 159 mil hectares da pluma por safra. O diretor da empresa, Antônio Scheffer, avaliou como importante a viagem ao nosso país.

 

“Com este evento, os nossos clientes, os industriais asiáticos, podem ver em campo como a gente trata a questão da produção, do meio ambiente, do social, toda a rastreabilidade do algodão e, assim, mostrar a qualidade e a capacidade de produção que o Brasil tem”, disse.

 

O presidente da Bom Futuro, Fernando Maggi Scheffer, ressaltou que é preciso mostrar fora do país a produção brasileira do algodão e coloca-la no mercado. “Por isso, precisamos trazer estas pessoas para ver o que o Mato Grosso, a Bahia, enfim, o Brasil faz e é diferenciado em relação à tecnologia, à qualidade e à rastreabilidade”.

 

Segundo ele, o mercado e a forma de fazer negócios mudou muito nos últimos 20 anos, quando começou o plantio de algodão na Bom Futuro. “Antes, a gente colocava o algodão no caminhão e vendia no ‘boca a boca’. Hoje vendemos algodão futuro e o Brasil está em um patamar que consegue trazer estas Missões para que quem compra nosso produto veja tudo o que fazemos de forma sustentável em todos os aspectos”, completou.

 

O acionista Erai Maggi Scheffer, que também é presidente da Associação Mato-Grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), informou aos presentes que veriam nesta missão a transformação nos 20 anos de produção de algodão no Cerrado de Mato Grosso.  “Tenho a certeza que todos os empresários sairão do Brasil com outros olhos sobre a nossa produção”, enfatizou.

 

O diretor de Relações Internacionais da Abrapa, Marcelo Duarte, revelou que todos os participantes da Missão Compradores são selecionados por serem formadores de opinião. “São lideranças em seus países e, desta forma, conhecem a produção do algodão brasileiro e levam informações importantes para os demais clientes em seus países”, disse.

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site, e personalizar conteúdo de seu interesse, sem a coleta de dados pessoais. Ao clicar em qualquer link nesta página, você estará concordando com tal monitoramento.

Política de Cookies