Notícias

IR Solidário destinará recursos a lares de idosos de Mato Grosso

06/12/2023

Colaboradores da Bom Futuro são convidados a destinarem restituição do Imposto de Renda para o Fundo Estadual da Pessoa Idosa do estado

 

Os colaboradores da Bom Futuro irão auxiliar os lares dos idosos dos municípios onde a empresa tem atuação em Mato Grosso. Por meio de uma parceria com o Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa e a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), o valor arrecadado com a doação do Imposto de Renda dos colaboradores será totalmente destinado aos lares de idosos.

A campanha IR Solidário ocorre desde 2021 na empresa, quando todos são convidados a, no momento que fazem sua declaração completa de Imposto de Renda, destinar ao lar do idoso de sua cidade.

“O valor destinado às organizações sociais no ato da emissão do IR pode ser retirado da quantia a ser restituída ou devida, ou seja, de um dinheiro que já seria pago à Receita Federal de qualquer forma, não comprometendo o orçamento do colaborador”, explica Marcos Rodrigues, diretor de Controladoria da Bom Futuro, e idealizador do projeto.

De acordo com o presidente do Conselho do Idoso, Isandir Rezende, a parceria é pioneira e será muito importante para os idosos de Mato Grosso. “É um momento único e histórico poder celebrar esta parceria com a Bom Futuro e seus funcionários, que destinarão 3% do seu imposto via doação ao Fundo Estadual da Pessoa Idosa de Mato Grosso (FunepiMT)”, ressalta o presidente.

O secretário adjunto de Direitos Humanos da Setasc, Kennedy Dias, também participou da visita à Bom Futuro, informando sobre a política do Estado para os idosos e mostrando a importância do Fundo do Idoso e sua constituição, ressaltando o quanto é importante que a sociedade civil e empresas participem da criação do fundo.

"Nós recebemos uma resposta muito positiva da diretoria da Bom Futuro, a qual se comprometeu a fazer um levantamento de quais valores seriam possíveis, mas de antemão já deu sinal positivo de que será enviado um valor para o fundo. Essa articulação foi feita pela secretária Grasielle Bugalho juntamente com o presidente do Conselho dos Direitos dos Idosos, Isandir Rezende. Foi muito bom, produtivo, e vimos a viabilidade de termos essa colaboração", afirma Dias.

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site, e personalizar conteúdo de seu interesse, sem a coleta de dados pessoais. Ao clicar em qualquer link nesta página, você estará concordando com tal monitoramento.

Política de Cookies